Meninos Destroem Mulheres... || Fala Garota

18:25 Any Olliver 0 Comments


É tão importante que as moças tenham consciência de quem deve ter ao lado! Os planos do Senhor não são de nosso entendimento é claro, porém a Bíblia afirma que “temos a mente de Cristo” e Cristo por “conhecer a Deus” enquanto foi humano sobre a terra, deu-nos o exemplo de como deve ser um homem, inclusive passou o exemplo de como deve ser um homem casado, mesmo nunca tendo uma esposa, afinal, nas Escrituras está escrito que “o marido deve amar a esposa como Cristo amou a igreja.” Portanto o que Ele fez por todos nós, a igreja, deve ser o que um homem deve fazer por sua digníssima.
Mas o problema é que hoje em dia estão sendo formados muitos “meninos” e a estes, muitas moças doaram seus corações e planejaram seus futuros junto a eles, a pesar de tudo.
Vejamos o problema obtido nisto?
Pois bem, o problema de se entregar a um menino, é que meninos não amam acima de seu próprio bem estar. Meninos não aguentam sofrer, não são dispostos a fazer tudo se não receberem o mesmo em troca. Meninos ainda não “deixaram seu pai e mãe” por mais que tenham saído de casa, pois vivem dependentes, sem assumirem certas e grandes responsabilidades. Meninos querem que você esteja sempre linda e bem humorada, haja o que houver, passe o tempo e situações que passar, e se as coisas não saem da maneira como querem; fazem birra e malcriação.
Crianças são crianças, não são más por isso, só não amadureceram ainda. É exatamente por isso que não se confia algo de muitíssimo valor em suas pequenas mãos, não as deixamos de porte de objetos quebráveis ou frágeis, as tiramos de perto do que é importante e guardados o que é de alto valor. Da mesma maneira não vejo Cristo entregando uma filha a um garoto imaturo.
Creio que foi pensando assim que uma certa vez Mark Driscoll escreveu:
"Casamento é para homens e não para meninos. Meninos que se casam não se tornam homens; destroem mulheres."
E de fato destroem. Destroem mulheres – lindas e preciosas mulheres – que vivem sem paz. As levam a xingar feito loucas, gastam seus sentimentos e forças, atormentam seus dias e mente, lhes tiram o sono, a beleza e até mesmo a esperança, levando muitas, infelizmente, para longe do caminho correto.
Este é exatamente o problema de "tentar" ser feliz com quem não é como Cristo, e nem ao menos procura ser – pois se há querer, pode haver mudança. Aliás, se uma moça diante de um menino que quer de fato ter o caráter de Cristo, se posiciona – com a permissão do Eterno – em ama-lo e lutar por sua transformação; então esta é digna de admiração! Porém, é necessário que se compreenda que isso não tem haver com “entrega”. Não se entrega o coração e o corpo antes da transformação, nem durante o acompanhamento espiritual. Se houver total conversão e crescimento nele, então assim é bem possível que haja o restante se assim for da vontade divina. Caso contrário, a luta continua sendo travada apenas em intercessão, com exemplo, auxílio e oração... Apenas isso... É preciso entender!
O rei colocou-se junto à coluna real e, na presença do Senhor, fez uma aliança, comprometendo-se a seguir o Senhor e a obedecer de todo o coração e de toda a alma aos seus mandamentos, aos seus preceitos e aos seus decretos, confirmando assim as palavras da aliança escritas naquele livro.
“Então todo o povo se comprometeu com a aliança.
(2 Reis 23:3)

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!