Fala Garoto || A Oração Bíblica

17:00 Jonatas Oliveira 0 Comments

 

Seria toda forma de oração aprovada por Deus? O assunto é algo muito mais complexo do que se parece e, consequentemente,  amplamente relevante para a edificação da igreja. Na verdade a Bíblia nos descreve como devemos dirigir a Deus em um momento de oração. Seja na igreja ou em casa é preciso orar conforme os padrões; não que Deus seja mau ao colocar forma para orar, mas é necessária haver ordem dentre sua igreja.

  A oração é uma forma de criarmos e mantermos comunhão com Deus. Ele fala conosco através de Sua palavra e nós manifestamos a nossa alegria e gratidão ao falarmos em oração, algo que deve ser constante, como o Apóstolo Paulo nos orienta: "Orai sem cessar" (1 Tessalonicensces 5.17), nos ensinando que deve ser algo constante e continuo em nossas vidas.  Também em Efésios 6.18, ele nos escreve: "orando em todo tempo com toda oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda perseverança e súplica por todos os santos" - este lembra as palavras de Jesus: "vigiai e orai para que não caias em tentação" (Mateus 26.41).

  Cristo deixou nos claro: "e, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e nas esquinas das ruas, para serem vistos por homens" (Mateus 6.5) Vemos então que oração não pode haver hipocrisia e nem ser 'amostra' de espiritualidade elevada. Ele prossegue. "Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em oculto, e teu Pai, que vê secretamente, te recompensará" (Mateus 6.6). Quando nos deparamos com este último texto bíblico citado, somos confrontados a repensar se o que está sendo feito por muitos cristãos realmente está de acordo com os princípios das Escrituras. Afirmam que orar no monte tem mais poder do que orar na igreja ou em casa, porém, veja bem, Cristo orava nos montes pois não era bem vindo no templo; afirmar que "orar em casa" é inferior a fazer no monte, é colocar de lado a palavra do próprio Jesus.

  Quando formos elevar uma oração a Deus precisamos entender que nós não podemos fazer Deus de garçom ou de servo. Portanto, são nulas todo tipo de frases autoritárias como "eu declaro", "eu decreto",  "eu determino" e qualquer coisa do genero; devemos fazer assim como Jesus que ao nos ensinar como orar usa o "seja feita a tua vontade"; nem sempre o que queremos está de acordo com o propósito de Deus, por isso devemos nos lembrar o que o profeta Isaías profetizou, em nome do Senhor: "Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem vossos caminhos , os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos que os vossos pensamentos" (55.8-9).

  Que nós cristãos voltemos ao caminho da oração; oremos para que Deus transforme esta geração que a cada dia que passa torna-se pior. Não nos basta apenas reclamar do que acontece na atualidade e preciso colaborar, como diz Spurgeon: “Dez minutos orando são melhores do que um ano murmurando". A oração eficaz de um justo pode muitos em seus efeitos, segundo o propósito e a vontade eterna, imutável e soberana de Deus.



0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!