Fala Garoto || Defensores do Evangelho

13:25 Jonatas Oliveira 0 Comments


  Estamos em um novo ano. Teremos mais 365 páginas em nossa longa jornada aqui na Terra e a cada dia que se passa, estamos mais perto de encontrar com Cristo. E nós podemos usar este ano para mudarmos de atitude e nos posicionarmos como defensores do Evangelho. -Hoje vou falar um pouco sobre Paulo, o homem que mais colaborou para o crescimento do cristianismo.

"(...)sabendo que fui posto para defesa do evangelho." (Filipenses 1.17b)

  Saulo, também chamado Paulo (obs. Deus nunca mudou o nome dele. A verdade é que ele tinha dupla cidadania. Um nome era Hebraico (origem judaíca) e outro era Grego (origem gentílica)) era um 'intelectual' judeu. Estudou com os melhores professores do rabinismo da época, e fora grande perseguidor do cristinismo -o qual ele tratava como seita- e de seus adeptos. Mas foi, por Deus, transformado e se tronou pregador do Evangelho. Passou 17 anos aprendendo com os Apóstolos e depois iniciou o ministério. Ele escreveu a maior parte do Novo Testamento, e em Filipenses ele diz que foi posto para defesa do evangelho.

Com isso nós aprendemos que é nosso dever, como cristãos, defendermos o evangelho de Cristo para que ele não venha ser adulterado (mudado). Principalmente aqui no Brasil, onde muitos têm feito do evangelho comércio e estão distorcendo as verdades bíblicas.

  Garotos, não se omitem, não finjam que não estão vendo ou ouvindo distorções da Palavra de Deus. Como diz o escritor Augusto Cury: "O silêncio dos omissos é combustível para a vilania dos canalhas". Será que estamos sendo omissos? Será que estamos enchendo o tanque dos canalhas com combustível e lhes dando oportunidade de usurparem da fé dos outros? Precismos realmente refletir sobre isto.

   Nós fomos postos para sermos defensores do evangelho de Cristo. Ainda que isso muitas das vezes nos traga dor, medo e sofrimento, não podemos de maneira nenhuma nos calarmos. Não sejamos cooperadores das obras infrutiferas, mas que venhamos gerar frutos dignos de arrependimento e que a glória de Deus seja constante em nossas vidas.

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!