Abnegação | Fala Garota

16:14 Any Olliver 0 Comments


"Abnegação é uma palavra que descreve uma ação ou atitude de renunciar ou recusar algo ou alguém. Quando uma pessoa demonstra abnegação, ela desiste de algum comportamento ou alguma coisa. Assim, a abnegação remete para uma forma de sacrifício, como o ato de ignorar os seus próprios interesses."(dicionário de significados)
O amor envolve muita coisa, ele é um sentimento vasto apesar de simples. Contém muitas etapas em si. O amor não envolve apenas ações impulsionadas pelo coração como todos pensam, mas também decisões inteligentes, tomadas em meio a uma tarde de paz e reflexões. Ele exige as vezes “ponderação”, onde é colocado sobre a mesa o que vale mais e assim as decisões são tomadas.
Mas o amor também não é forçado, ele de maneira alguma oprime alguém a fazer algo. Por si só, aquele que o sente, toma então iniciativa.
A. W. Tozer fez uma certa vez uma observação correta a respeito da vida cristã, onde ele comenta quão curioso é o fato de que o cristão “renuncia para que possa ter”...
“Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos. Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que posa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento.”
No mundo feminino há muito para renunciar. As pessoas geralmente pensam que só a trajetória de uma pessoa do sexo masculino envolve difíceis renúncias. Como que se garotas não tivessem sentimentos aflorados, desejos guardados e complicações. Mas não é bem assim.
Eu tinha muito coisa guardada na adolescência. Tinha muitas manias de bolso, atitudes de estimação. Muitas idéias e formas de pensar em tamanho poket. Mimos bobos até, desnecessários e pequeninos mas que atrapalhavam e muito na caminhada. E se tive que olhar uma vez para traz e novamente para frente para assim tomar a decisão – “ficar ou prosseguir?” – foi para trás que todos esses coisas ficaram. E ainda de vez em quando ficam. As vezes não são mais tão bobos como antes, afinal os anos se passaram. As vezes são decisões importantes, oportunidades grandes, que abro mão.
Comecei falando de Amor porque ele e  Abnegação podem perfeitamente estarem juntos na mesma frase. Você abre mão porque ama pois, quando ama tem que abrir mão. É assim! E Deus, o Verbo Amar espera pacientemente que façamos isso, por nossas próprias escolhas.
Se vê claramente Abnegação nas Escrituras. quando Abraão e isaque se entregaram em Moriá naquele sacrifício (Gêneses 22). Na vida de Paulo (que até preferiu viver sem uma família), (Atos, Romanos, Coríntios...) Pedro, que deixou tudo que ele sabia fazer e a única coisa que cresceu aprendendo; a vida de pescador (João 1:49-42) E a maior de todas abnegações sem dúvida, foi de Cristo. Todas nós sabemos o quanto Ele deixou e isso, ainda que muito, não é tudo, mas é o que foi permitido aos humano saber.
Lindo da forma que é, pensando nisso, no nosso foco nas perdas, Ele mesmo disse tempos atrás, Ele assegurou:
"E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá ce vezes tanto e herdará a vida eterna."
(Mateus 19:29)
Talvez você ainda hoje tenha algo seguro entre os dedos, talvez seja o orgulho. Talvez a forma de pensar como eu, aquela mania de insistir nas ideologias e filosofias, aquele jeito explosivo. Talvez seja uma relação...
Você tem que soltar! Tem que seguir! tem que escolher!
Não precisa fazer sozinha, a Graça existe e ela não só salva como também abençoa. Ela é uma das muitas maravilhas inexplicáveis que vão além da lógica humana, que um cristão pode experimentar.
Deus pode lhe dar a força que precisa, pode ajuda-la, impulsiona-la a abrir mão... Mas a decisão tem que partir de ti, lá de dentro, do íntimo, por espontânea e livre vontade e claro; por amor.
Porque tem que abrir mão. Tem sim! Tem que pensar o que vale mais, tem que refletir. Esse Evangelho onde se aproveita os benefícios de Deus sem compromisso, que tem sido pregado, não existe. É errôneo. Absurdo. Um disparate a Deus que se doa por inteiro a cada um de nós. E é tão feliz a moça que escolhe ter compromisso com Cristo! Tão pura, não de início; mas de lutas e conquistas diárias aos olhos de todos. É tão lindo de ver!
Há pessoas que "travam" perante a essa decisão de abnegação e assim preferem deixar de seguir a Deus e seus desígnios deixando também o fim tão desejado por elas; a real felicidade e uma vida digna. É triste isso. Quem pensa assim deve mergulhar dentro de si para "escafunchar" o amor adormecido e refletir. Ver o que realmente vale mais e seguir isso.
É como  Jim Elliot uma vez disse:
“Não é tolo aquele que abre mão do que não pode reter para ganhar o que não pode perder.”
Sabe, os tempos mudaram, mas o Evangelho não. Ele continua tendo abnegação como uma de suas principais características. É a única fé onde você deixa para ganhar (diferente de muitas religiões), onde você não precisa dar nada, não precisa pagar para ser salva – até porque não conseguiria – só precisa deixar tudo aos pés da cruz e seguir livre. Sem fardos.
Saiba de uma coisa e conte-a a todos que precisam ouvir: O que tem que ir não precisa então ficar, pois se fosse realmente necessário; não haveria necessidade de partir. Deus jamais nos induz a errar. Jamais as Escrituras nos aconselhará ao mal. Nunca seus pés serão direcionados ao caminho errado.
E não digo que necessariamente tudo que tem que ficar seja ruim, pelo menos não totalmente. Acontece que que temos focos maiores. Planos maiores para viver.
“Histórias adequadas para cada um” é o que há! Só é preciso deixar o inadequado. O inapropriado para hora.
E tem que haver abnegação. Se há amor então tem que haver! E abnegação vale muito apena, com toda a certeza. Afirmação essa, vinda de alguém que já viveu um pouquinho do resultado da abnegação, de uma moça simples que sabe que esse resultado incrível, não se compara com o que há de vir ainda! (1 Coríntios 1:9)
E pode ficar tranquila; quando vier o que é perfeito – a hora certa, a pessoa certa, o rumo correto – você também afirmará!

(Linda arte de Maiara Macedo em “Transbor-Dando Amor” no tumbler)

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!