Inexplicavelmente Bom

22:33 Any Olliver 0 Comments

 Hoje a pauta é para as moças que tiveram o coração, o corpo, a mente ou os sonhos violados. Para toda moça que ainda possuí certas dúvidas sobre Deus e seus feitos hoje em dia, em meio a esses tempos tão ruins. Em meio a gente tão poluída que ainda se tem por aí...
Golpistas que roubam a esperança da gente, seja com palavras ou com ações. Que não vivem dentro do parlamento – como logo se vem a cabeça – mas que vivem descaradamente as vezes dentro de cultos e palestras. Que louvam a Deus com os lábios mas não o honram com o coração. {Mateus 15:7,8}
Talvez o tal rel seja um desses.
 
Ou talvez o mal feitor, seja daqueles que nem se quer querem saber de Deus, não possuem temor a Ele. Pois se assim o tivessem, teriam também sabedoria. {Provérbios 9:10}

Ou ainda seja uma situação ruim, ou uma circunstância raptora de sonhos. Mas enfim...

É comum hoje em dia, ligar o nome de Deus com o mal praticado. Afinal; "se existe o mal, existe o bem também" de acordo com a lógica humana. E queremos que ele a qualquer custo venha átona.

Mas o fato é que "Deus não tem nada haver com o mal." Ele não é e nunca será culpado pelos atos de humanos.
Não podemos confundir as coisas. Não podemos ligar a soberania de Deus à feitos de homens perdidos:

"Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida."
{João 8:12}

Ultimamente é comum em meio a raiva, mágoa ou dor estabelecer nos corações um tribunal e sentar alí o Senhor (como que se pudéssemos realmente fazer isso) e assim julgar culpado, como traidor – Àquele que nos ama.

"Oras mas Deus tem todo poder não tem? Porque não impedir gente assim de agir de tal maneira para comigo? Para com o mundo?"

Se ele (a) que pratica o mal, não pudesse fazer suas próprias escolhas, você também não poderia! Já pensou em um mundo de robôs? Sendo controlados a todo instante por uma censura que julgaria o certo ou não a ser feito antes de nós?
O mundo não é uma caixa de fantoches e Deus não necessita brincar disso! É baixo de mais. Ele não usa a ninguém. Ele trabalha em todos os que O cedem um lugar em si.
"Livre-arbítrio e corações afastados do Pai" é o que há em plena terra!
E as mulheres entendem muito bem disso; afinal, décadas atrás gritaram e protestaram frente ao governo e o mundo exigindo o direito de votar, exigindo salários e benefícios iguais aos dos homens, exigindo respeito com seu poder de escolha etc... Entendemos bem do "querer ter o poder das ações nas mãos."
A sociedade (e as vezes até nós mesmas) exclui Deus de seus assuntos. A maioria excluiu Ele das casas. O tirou da TV, publicando imoralidades. O tirou das escolas proibindo teologia, O tirou do dia-a-dia, não olham mais na Bíblia. Até os juízes (infelizmente falando) a maioria de hoje em dia, na exata hora de julgar, não olham mais nela, a Bíblia, e sim nas notas em sua conta bancária.
Excluímos Deus e O queremos só nas horas em que achamos necessárias.
É certo isso? É justo?

Mas que o mundo está poluído, isso já sabemos. O que ainda nos resta saber é que o Senhor não é o mal feitor. Se as coisas não deram certo, há muitos motivos para isso – mas com certeza – não foi porque Deus deixou de ser bom!
Ele é tão bom, o tempo todo; que quer tirar o bem dessa bagunça toda em nossas vidas. Que quer no final de tudo; fazer algo grandioso. Mas nem isso deixamos!

Ele só tem haver com as soluções, com o consolo, com o colo depois do choro. Deus não é o carrasco; mas o Salvador que tira o capuz dos nossos rostos e o machado dos nossos pescoços.

Toda vez que você chora de tristeza misturada com ódio e revolta; Ele está olhando, as vezes está até com as duas mãos segurando seu rosto, o sacudindo de levinho para que acordes e dizendo: – “Olhe para mim! Querida, vamos sair dessa juntos!”

Mas sabe,
O amor, ele não pode ser forçado – pode ser oferecido insistentemente em uma bandeja – mas nunca forçado!

E talvez você esteja faminta, mas nem se quer experimenta o que por Deus lhe é todas os dias oferecido.

E hoje em dia por mais que a culpa do mal ato não seja jogada em Deus, a da falha é.
A mágoa dita: “Ele tinha que cuidar de Você! Ele era obrigado cuidar de você. É seu Pai, não é?!”

Como que se Ele falhasse! Como que se Ele não cuidou! E a respiração? E a frase que sai de sua boca quando lhe perguntam sobre sua história: – "Eu sobrevivi" ? E a força que vem para se levantar e você manda embora? As palavras e conselhos daquele amigo (a) para mudar de vida? E o sol todos os dias? O auxílio invisível?....

Deus não é o fim. É o começo. É especialista em novas histórias.
Na bagunça de nossas vidas causada por povos ou por nossas próprias ações, Ele se oferece para entrar e no fim de tudo fazer algo lindo. Algo de bom. Apesar de tudo.

Jó também é uma história que muitos hoje não entendem. O próprio não compreendia também o porquê de tanto desastre em sua vida que era tão feliz. Mas durante os 42 capítulos que contam sua história ele teve muitas experiências, mas no fim, em uma oração ele declarou convicto:

"Com o ouvir dos meus ouvidos, ouvi, mas agora te vêem os meus olhos.
Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza."
{Jó 42:5,6}

Ele se arrependeu. Quando decidimos olhar para Deus e O ver como Ele é realmente, além de nossos raciocínios; nossas atitudes mudam e somos livres de nossos cativeiros.

Que assim como Jó a gente possa estar ciente de que não sabemos de tudo. Na verdade sabemos de quase nada. Há muito além da neblina da dor do passado. 
Que a gente experimente o amor oferecido insistentemente por Deus, todos os dias.

Que o tribunal em seu peito caia por terra, que as histórias de superação e milagres não estejam só em livros e televisões. Que você deixe Deus entrar pela porta da frente. Afinal, Ele não invade - como essa doença - como essa má situação - como esse mau caráter que lhe feriu - como; seja o que for de ruim que lhe aconteceu ou acontece.
Ele entende que você já muito sofreu, pede licença, e quando entra faz milagres.

Ah! E, só mais uma coisa:
Deus está irado com toda essa maldade no mundo. Mas não irá destruir tudo agora. Sua capacidade de amar está além de nossa compreensão. Ele deseja que até mesmo alguns maus feitores se arrependam.
Ele também não quer arriscar de perder gente magoada, enganada, como; moças boas por exemplo: Que por causa da mágoa não querem deixar Ele entrar. Ele não quer que elas no meio deles, também se percam. Ele é inexplicavelmente Bom, e "só tem haver com o bem."

Isaías 43:18,19:
"Não vos lembreis das coisas passadas, nem considerais as antigas.
Eis que farei uma coisa nova, e agora sairá à luz; porventura não a sabereis?
Eis que porei um caminho no deserto, e rios, no ermo."

–  J E O V Á

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!