Sofrimento, quem você é mesmo? || Reflexão/Podcast

17:00 Ruan Majesa 0 Comments

 
Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. Romanos 8:28

O que é sofrimento? Quando alguém se tem uma perda, por bens físicos, morais ou doença, isto causa uma dor um sofrimento que são perdas, onde um individuo fica sem rumo às vezes sem vontade de viver.

Segundo o dicionário isso significa sofrimento e hoje é sobre ele que vim falar. Mas para facilitar nosso entendimento vamos separa-lo por partes ok? Então vamos lá, vai acontecer assim, separados So-Fri-Me-N-To, iremos falar sobre 5 fatos que ocorrem num momento de sofrimento.

1º SOlidão - Ao nos encontrarmos em um momento de angustia a primeira coisa que acontece é nos sentirmos inteiramente sozinhos, buscamos apoio em algumas pessoas, buscamos amigos, familiares, pastores, líderes, mas no fundo, nenhum deles conseguem tocar onde precisamos ser tocados, as vezes chegam perto, com palavras que nos motiva a continuar e a tentar aceitar o motivo do nosso sofrimento, com a orientação de que Deus sabe de todas as coisas e que tudo vai dar certo. Mas mesmo assim, quando nos deitamos em nossas camas e nossa mente faz "aquela viagem", novamente estamos sozinhos.

2º FRIeza: Então começamos a ficar frios, sem um sentimento determinado, olhamos para as pessoas, as vezes decepcionados com muitos, ou as vezes decepcionados com nós mesmos, e o nosso coração antes aquecido com a roda de amigos, com as risadas em família, começa a ficar frio, sozinho e desacreditado que as coisas podem melhorar.

3º MEdo: E de repente nesse processo, o medo começa a se manifestar, de forma brusca, violenta, e nós desmotivados e sem um apoio, deixamos que ele comece a nos consumir, e temos medo de arriscar, de tentar de novo, de prosseguir, temos medo de viver, pensando que voltaremos a um ciclo e tudo novamente dará errado, tudo novamente irá nos causar dor. E esse medo nos impede de achar a saída do sofrimento, nos aprisiona dentro de nós mesmo, onde a solidão nos pegou, onde nosso coração já se esfriou, e nosso espírito se amedrontou. Então ficando sem vontade de se dar uma nova chance nos encontramos nesse beco aparentemente sem saída.

4º Negação: Mas é com isso o perigo se aproxima e cada vez mais rápido. Quando nos damos por nós estamos em fase de negação, porque diante de todas essas coisas, não queremos aceitar que sejam reais, não queremos enfrentar nossos problemas, não fomos feitos para sofrer, não fomos criados para isso, mas por causa do nosso pecado, o sofrimento veio sobre a terra, e não sabemos lidar com ele, então preferimos nos isolar, negar que algo está acontecendo, dizer que "vai tudo bem", quando nosso coração está quebrado, até a Deus oramos como se tudo estivesse maravilhoso, porque não queremos aceitar que já perdemos nossa fé.

5º TOrmenta: E aí a grande tempestade que derruba os barcos, as grande tripulações em grandes navios, a tormenta que vem tentar nos afogar, nos matar, em forma de depressão ela nos envolve e em alto mar dentro de nossos pequenos barquinhos olhamos e não conseguimos avistar a terra seca, e as ondas cada vez maiores, cada vez mais fortes, balançando nosso barco e todos os sentimentos antes citados, estão dentro desse barco conosco, a solidão, a frieza, o medo, a negação, esses são os únicos navegantes que vemos ao nosso lado, e cadê a saída? Ela simplesmente parece não existir, então gritamos, berramos, clamamos por socorro, ansiamos para que alguém apareça e nos tire desse barco, queremos as equipes de resgates ou amigos, a guarda costeira ou a família, qualquer um para nos tirar mas ninguém vem, não ninguém vem, porque ninguém aqui pode nos ajudar. Mas nessa tempestade quando perdemos todas nossas forças, esperança, sobrecarregados em dor, olhamos para um horizonte, e "aaah" lá aparece ELE, lá avistamos um homem, não, não em forma humana, não com um fantasma, na verdade nem sabemos como descreve-lo só sabemos que podemos vê-lo, ver que ELE simplesmente como a solução de todo nosso sofrimento diz uma única frase que muda toda nossa realidade:  "Vem a mim, vós que estás sobrecarregados e EU vos darei perfeito alívio e descanso".

E agora recém saídos dessa fase podemos ver a beleza do nosso Deus que nos permite sim passar por algumas coisas, não porque Ele é mal, não, não. Mas para que venhamos entender a dimensão do seu amor, e de quem Ele é, e o que Ele fez por nós, necessitamos ter participações em sua dores para que possamos conhece-lo compartilhar seu amor e sua dor, e sim como diz em Oseias 2, Ele nos levará ao deserto para falar de amor, para destituir do nosso ser o culto a outros deuses, e nos mostrar que quando temos Ele, não precisamos temer, porque o sofrimento não pertence a nós, passamos por ele, mas Ele não é ninguém. Porque consideramos todas essas coisas como esterco comparado a glória do unigênito do pai, e que nossas leves e momentâneas tribulações produzem para nós peso dessa glória, porque sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. E por fim, que essa paz, esse julgo leve e suave, venha transpassar o peso do sofrimento que por ELE já foi carregado. Amém!







0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!