A Manifestação do Invisível no Visível || Reflexões/Podcast#2

22:34 Ruan Majesa 0 Comments

 
A vós também, que outrora éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora contudo vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, a fim de perante ele vos apresentar santos, sem defeito e irrepreensíveis, Colossenses 1:21,22
No principio Ele já existia. No invisível, no desconhecido, naquilo que nossos olhos ainda não conseguem explicar, mas Ele já estava lá. Antes de todas as coisas Ele era e sobre Ele todas as coisas se tiveram origem e subsistem. Porque Ele é o principio e Ele também é o fim, porque Ele é o alfa e também o ômega, e nada do que foi criado existiria se não fosse por Ele e através dEle.

Hoje é sobre Ele se manifestando em nós que eu vim falar. Sobre o invisível criando o visível, e esse invisível manifestando sua invisibilidade no que é visível. Calma, eu sei que você pode está confuso, mas você vai entender o que estou querendo dizer. E para isso vamos voltar um pouco lá traz.

No começo de todas as coisas o reino invisível de Deus era manifestado em sua própria invisibilidade e no seu próprio poder. Mas então criou Deus o céus e a terra, ou seja, o invisível confirmou seu poder em algo agora visível e palpável. E essa terra era sem forma e vazia, mas Deus produziu, refletiu sua glória, dizendo "Haja Luz!" e houve luz, todo o universo foi formado, a glória do invisível agora podia ser vista, ou melhor o Poder do Deus invisível pode ser visto..

Agora algo novo estava sobre as dimensões que antes eram apenas celestiais anjos, potestades, principados o próprio Deus, mas a novidade divina sobreveio sobre o universo, Deus criou algo que pode ser tocado - uau! - algo que pode ser visto. A manifestação da glória de Deus sobreveio sobre um corpo mortal e isso é magnifico.

E hoje essa glória ainda paira sobre nós, como vento impetuoso e veemente ainda quer trazer a existência a invisibilidade sobre o nosso corpo mortal, sobre a carne visível Ele quer trazer a existência do impalpável ao palpável. Ele quer nos revelar a sua glória e sua majestade, Ele quer nos permitir toca-lo, senti-lo, vê-lo, ele quer manifestar o invisível sobre a nossa visibilidade. Por isso antes eramos estranhos no conhecimento dessa glória, dessa presença, mas quando o Verbo se tornou carne e habitou entre nós, e pudemos toca-lo, falar com ele, vê-lo. Ele naquele momento reatou nosso contato perdido também no principio com Adão e Eva, a agora novamente a manifestação desse reino invisível de Deus sobrevêm sobre o reino visível.

Para que agora dentro de nós habitasse duas dimensões, dentro de um mesmo corpo habitasse dois reinos criados pelo mesmo Deus. Esse corpo mortal se reveste da imortalidade, esse corpo corruptível se reveste da incorruptibilidade, para que o pai invisível, criador das coisas visíveis se reconcilie conosco nesse corpo, para manifestação do seu poder e glória. E assim nos apresentaremos diante dele, santos, imaculados, irrepreensíveis para que um dia assim como o invisível se manifestou em nós, nós os visíveis também nos manifestaremos através da graça do unigênito da criação no reino invisível de Deus.





0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!