Leite Racional || Fala Garota

13:25 Any Olliver 0 Comments



Vamos falar de almejos? Pois bem...
Dificilmente conseguimos entender o plano todo,
Aliás; tal coisa é impossível.
Ser responsável e confiante com a parte que nos é entregue em mãos por Deus, é o que deveríamos fazer – mas não fazemos...
Creio que seja mesmo por isso; pelo fato de não vermos o "quadro todo", não vermos a obra por completo, é que almejamos mais do que já temos...
É compreensivo, mas não justificativo!
Sempre se quer mais;
Queremos contribuir com a obra de Deus de formas mais grandiosas, com a sociedade de forma mais significativa, com a família, com os amigos. Queremos muito e se irritamos com o pouco que temos.
Queremos também ganhar o mundo... Engraçado as vezes existem sonhos que nem cabem dentro do peito,
Fogem até de nosso raciocínio!
Tem almejos nossos, que nem fazem lógica... Mas mesmo assim insistimos, e isso é lindo.
Mas a mensagem de hoje é que: Deus tem uma forma linda e delicada de nos tratar, uma forma ideal, genial.
Diferente de nós – que só vemos nosso estado atual – Ele enxerga o quadro por inteiro.

“Manteiga e mel comerá, até que ele saiba rejeitar o mal e escolher o bem.”
{Isaías 7:15}
Aqui o Profeta Isaías falava a respeito de Emanuel, Jesus como para nós é mais conhecido... Nosso amado Redentor.
Se até o Salvador teve que ter uma dieta leve até que estivesse pronto para algo mais sólido, porque seria diferente conosco?
Somos melhores? Talvez mais sábias? Mais fortes?
Creio que não.
O cuidado de Deus é assim – é preparação.
Como uma bebê, linda e rechonchuda, com apenas dois dentinhos frontais ou talvez apenas uma bela gengiva banguela e rosada, Ele nos vê.
É Pai zeloso, e tem o nutricionista; O Espírito Santo nos passa uma dieta leve, algo que nosso organismo suportará e se enriquecerá. Algo que não nos fará passar mal ao ingerir, mas tem o cuidado de geralmente ser agradável ao paladar.
Você deve ter um bebê por perto em sua vida, seja seu ou de sua mãe, talvez um priminho ou sobrinho... Todas temos... Sabe como é? Né? – Se Ele tem desinteira; é porque não seguiu a dieta, se ele se engasga; é porque ingeriu o que não devia. E é desesperador ve-lo se debatendo sem ar.
Assim é Deus conosco;
Talvez um namoro agora seja algo muito sólido, talvez para lidar com esse cara seja preciso um caráter muito forte e decidido, uma fé blindada, seja "papo de gente grande" se é que me entende.
Talvez esse ministério vá pesar para ombros em formação como os seus agora...
Pode ser que esse dom exija muito de uma moça que precise resolver os conflitos do passado, do coração...
Talvez pregar para o Brasil inteiro até China e África não seja possível antes de você fazer as pazes com aquela vizinha, sabe... Antes de você aprender a dizer: "Bom Dia.", "Me perdoe" ou "Obrigada."
O Senhor não lhe dará "pizza", se precisas "beber leite". Por mais que cambaleie e balance as mãozinhas o pedindo... Com certeza Ele sorrirá de um jeito lindo e dirá: – "Ainda não mocinha."
“Com leite vos criei, e não com manjar, porque ainda não podíes, tampouco ainda agora podeis.
Porque ainda sois carnais. Pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois, porventura, carnais e não andais segundo os homens?”
{1 Coríntios 3:2,3}
É difícil admitir, mas é preciso;
Ainda estamos em reforma. Ainda tem muita coisa a ser mudada.
E as vezes tem umas que ainda podem ir mudando pelo meio do caminhos, mas tem outras, que é preciso parar e se tratar no medico divino. Deixar o Espírito Santo trabalhar, deixar nossas complicações, e crescer.
É preciso admitir – que todas – ainda somos bebês.
E não é por de mais ruim ou vergonhoso ser tratado como bebê, de forma alguma; Sabe,
É tão bom ser pega no colo do Pai e embalada até dormir em noites de dor.
É tão belo ser penteada e ajeitada de acordo com o olhar divino,
É tão gostoso receber na boca o alimento dos céus com incentivos amorosos vindos de Deus.
Não tem explicação dormir sendo observada com olhar de carinho do Pai,
brincar e se divertir com os brinquedos dados por Ele,
Aprender a dançar sobre os pés dEle e rodar em seus braços até morrer de rir... Não tem!
Por esses e por tantos outros motivos que temos que agradecer e aproveitar ao máximo o estágio que estamos.
Mas também não é motivo para viver em conformismo, sem vontade alguma de evoluir, de crescer.
Do mesmo modo; também não é motivo para desanimar;
Só porque não podemos ter as coisas que queremos agora, não quer dizer que elas não sejam feitas para nós. Não quer dizer que não as teremos... Mas é muito melhor te-las em mãos, vive-las, quando estivermos prontas:
“Mas o alimento sólido é para os perfeitos, os quais, em razão do costume, têm os sentidos exercitados para discernir tanto o bem como o mal.”
{Hebreus 5:14}
Viu?
É preciso apreciar esse estágio de infância. Aprendendo ao máximo, com muita atenção e vontade, até saber resistir o errado e dizer sim ao certo. Até saber identifica-los de longe, por si só.
É preciso também viver esse estágio com leveza – aproveitando cada segundo desse "cuidado" delicado de Deus, porque essa faze passa rápido!
Veja um bebê – quando bem cuidado – em um ano, e depois volte a ve-lo, depois  de 3 ou 4 anos...
É incrível não? Já estará andando, gritando, escolhendo seus próprios alimentos e experimentando de tudo que pelo pais é oferecido.
Sei que vamos evoluir, sei que vamos com o tempo, largar a cadeirinha, as bonecas...
Tocar o berço pela cama, a tiara pelos brincos... Até alcançarmos os cabelos brancos: Orgulho e demonstração explicita de sabedoria e capacitação.
Mas até lá, até tudo isso isso acontecer, tem que abandonar os murmúrios, as aflições, as reclamações contra Deus, que só nos trata tão bem, que vê o quadro todo, que sabe que, o que nos dá agora é o suficiente para nos preparar, para obtermos algo maior lá na frente...

É bom  com lágrimas nos olhos, disposição e um belo bigodinho branco, a gente olhar a Deus e declarar:
– “Obrigada pelo Leite Papai. Está delicioso!”...
“Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que, por ele, vades crescendo.” {1 Pedro 2:2}
Deus está nos preparando para as grandes coisas; com as pequenas. ♡

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!