Côrte no relacionamento – Esclarecimentos! ♡

19:48 Any Olliver 0 Comments

Hoje o assunto é relacionamento amores! ♡
Vocês provavelmente já devem ter ouvido sobre a tão comentada Côrte, que ultimamente tem tido um grande impacto no mundo jovem cristão. A mídia gospel e cecular andam falando dela. TV, programas de rádio, revistas, sites e páginas estão comentando a todo momento sobre o "diferente" (assim dizem eles) modo de relacionamento da juventude cristã. Mas apesar de estar há um bom tempo nas redes sociais e mentes do pessoal, ainda é recente e novo para alguns. Outros até conhecem mas em parte, sem detalhes, e aí acabam tendo uma compreensão e uma visão errada do assunto. Eu mesma descobri recentemente o verdadeiro significado e me encantei. Por isso, hoje a pauta é para falar "abertamente" sobre o assunto.
O que é a Corte? O que a Bíblia diz a respeito dela? É doutrina ou opção? Quais são as vantagens?...
Isso e um pouquito mais no Fala Garota de hoje...

☆¸.•*✿‿✿.•* ✿ஐღ☆*•.✿‿✿*•.¸☆

Bom, a Côrte surgiu no fim do século XX e no início do século XXl pelas igrejas norte americanas. Daí a idéia foi se abrangendo aos demais lugares, Chegando sutilmente aqui no Brasil já no século XXl e, atualmente com mais força.
Mas afinal "O que é Côrte no relacionamento???"

Corte é "a amizade com um certo interesse amoroso" no próximo. NADA HAVER COM AMIZADE COLORIDA! É exatamente o oposto. Pois esse modo de "relacionamento" é sem "contato físico" e com o total conhecimento dos pais de ambos e dos líderes religiosos. (Pois é, parece loucura, depois fofura rsrs).
Para entender melhor, lembremos daqueles filmes vintage, onde as mocinhas ficavam na sacada e os rapazes as "cortejavam". Depois o rapaz falava com os pais da moça demostrando as suas mais sinceras intenções, (e mostrando para a sociedade que estava interessado nela) apartir daí eram flores para cá, cartas para lá, longos passeios de mãos dadas, jantares em família, namoro que era apenas "conversa no sofá da sala" com a presença dos pais, e sem nenhum tipo de contato mais íntimo como: beijo na boca, sexo ou qualquer outra coisa. Só depois de um certo período então, o rapaz pedia a mão da menina em casamento, aí as liberações ficavam para a tão sonhada e esperada noite de núpcias.
E aí? Lembrou desses filmes? Pois então, é assim! Só um pouco mais profundo...
Pois a côrte no relacionamento cristão é um novo jeito de chamar o período de "oração, propósito ou espera" já conhecido por nos, só que se estende até o namoro. Mas aí é que está...
Alguns casais a fazem por um certo tempo geralmente alguns meses, até a confirmação de Deus de que ambos são um para o outro, aí começam a namorar da forma comum. Já a maioria substitui "literalmente" o namoro convencional pela Côrte, durando uns 6 ou 12 meses. Sem beijo na boca como já foi dito, relações sexuais e os famosos "amassos". O relacionamento é levado até os pastores e tem a permissão dos pais. É um convívio de amizade mesmo. Um método onde visa conhecer a alma e o espírito do outro e não a carne, ter a amizade do outro acima de qualquer coisa e claro – A santidade com Deus.
A Côrte ajuda e muito o casal em relação ao Evangelho e ao relacionamento com o Senhor. É sem segundas intenções e atrações físicas, e muito romântica. E o melhor: Não machuca! Pois "se for o caso" de Deus não confirmar o casal que está em plena Côrte, não há nenhum compromisso e nenhuma "ação mais íntima" que os tenha ligado. Apenas amizade – que mesmo separados – continua e é pura e bonita.
Enfim... A Côrte é o "conhecimento" entre duas pessoas, antes do noivado. É um relacionamento à moda antiga.

A Côrte é doutrina???
Na Bíblia, não há referências explicitas citando a Côrte. Mas há instruções que a torna aceita, como a importância dos versos 15 e 16 de 1 Pedro que diz:
“Mas, como é santo aquele que vos chamou, sedes vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
Porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.”
E há muitos outros versículos que visam a importância de se manter santo em toda obra, ter prudência e cuidado com as paixões.
Portanto a Côrte é uma boa opção do casal. Não doutrina.

As pessoas que não seguem a fé cristã acham loucura, já alguns jovens cristãos acham extremamente difícil e desnecessária, pois por ser muita coisa proibida pode provocar vontades. Há alguns até que dizem ser um tipo de "ficar" cristão. Pois já que não há compromisso "mesmo" firmado e que pode não dar em nada, Cortejar passa ser mancada. Mas não é verdade. Não nesse sentido. Aí vai da cabeça de cada um, o importante é a concordância entre ambos os envolvidos. Pois é algo de Deus e o casal mesmo.

Bom, a  "minha opinião"  é simples; Acho um excelente modo de relacionamento em um mundo que hoje as pessoas não ligam para princípios bíblicos. Onde poema é só coisa de "poeta profissional" e pessoas que protestam sua fé, dizem que precisam "experimentar" antes de se casar. Como se o outro fosse um pedaço de carne. Pois a maioria acha que o namoro é o período de conhecimento. Mas gente: "Quem namora faz com a intenção de casar." E como casar com alguém que você malemá sabe o nome do meio??? Começa-se com essa conversa de "vamos ver no que vai dar" e depois se machucam e se enrolam em pleno namoro, e se ligam para o resto da vida sem nem ter certeza das coisas.
Mas não sejamos hipócritas também, sei que é difícil nenhum tipo de contato físico. Afinal, beijo não é pecado! Ser tão radical não é necessário se os dois não aguentam. Por isso aconselho que a Côrte seja adotada por ambos no período de espera, do propósito onde o casal espera a confirmação de Deus sobre o futuro relacionamento. E assim que confirmado, mais uns 3 meses de Côrte se acharem necessário, e segue-se um "namoro santo" ou seja, sem sexo ou essas "pegadas" que as vezes passam dos limites aí, e afloram sentimentos antes do tempo que até atrapalham na concentração espiritual. Principalmente para quem tem ministério. Vale apenas só coisas normais como beijos, abraços, passeios etc... Depois noivado, um lindo "casório", uma terna família nas bases de Deus, e um belo exemplo passado para os filhos.

Agora, se o problema é os pais que não confirmam a união, aí é mais complicado a Côrte, mas também é uma ótima saída! Afinal é um modo novo e muito respeitoso de se relacionar, mostrando um verdadeiro caráter. Ore, e peça entendimento a Deus sobre o que fazer, como agir, e para que Ele abençoe as coisas se esse for seu caso. Depois explique o que é a Côrte, mostrando suas reais intensões com o outro, ou diga para ele fazer isso com seus pais se for o caso. Com certeza essa idéia que está em alta irá ajudar a amolecer o coração do sogrão ou da sogrona.
E se for outro o caso, como o casal que já tem a confirmação de Deus mas se conhecem muito pouco tempo, também é uma ótima fazer Côrte por alguns meses.
Porque só sei de uma coisa meninas...
O verso 8 do capítulo 6 de Gálatas confirma que:
“O que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.”
E isso é extremamente importante. Com a felicidade não se brinca!
Como diz o versículo, se você "semear" (começar as coisas) do jeito errado, o meio e o fim sairá errado também! Mas se começar no espírito com o conhecimento de Deus, visando a santidade à Ele, as coisas darão certo e será para sempre! Pois a amizade entre um casal é muito importante.
Já percebeu a relação entre amigos de verdade???

– “Fulano é um chato mas eu adoro ele!”
– “Bertano é feio que dói mais é meu amigo!”
– “Hoje não to bem, preciso de um amigo.”
– “Você é meu melhor amigo (a) e me conhece até melhor que eu!”

Essas são apenas algumas frases que amigos de verdade dizem. Por aí já da para perceber quanta vantagem tem a Côrte.
E cá entre nóis? “É a coisa mais linda um rapaz te pedir permissão para lhe cortejar!” O frio na barriga de agradar, os vários pensamentos em como o outro cortejar: com mensagens, cartas, flores, palavras?
E a alegria de Deus, de seus filhos de uma forma tão linda e respeitosa, poder contemplar? Ahhh! Os velhos tempos precisam mesmo voltar! ♡

☆¸.•*✿‿✿.•* ✿ஐღ☆*•.✿‿✿*•.¸☆

É isso! Esse é o básico sobre a Côrte no relacionamento meninas. Bom, tomem vocês mesmas suas decisões, e convidem o Espírito Santo para as ajudarem nisso! ♡
Até a próxima. :*

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!