Milady Laura || Fala Garota

18:37 Any Olliver 0 Comments

'Milady Laura era uma pequena garota peculiar!
Mesmo sendo nobre e portadora de finos modos, ela insistia em brincar na lama. Suas maiores aventuras eram dentre o jardim, no chão à procura de seres vivos, com outras crianças do castelo. Não avia toca que a pequena Laura não havia se enfiado, não havia montanha que ela não havia visitado.
Sua mãe, a condesa Marrí constantemente lhe aconselhava e dizia para não se sujar, especialmente hoje, que haveria o tão aguardado "encontro com o Rei" no palácio principal. Todos esperavam por esse dia ansiosos e começavam os preparativos dias antes.
Ah! Se Laura desse ouvidos a sua mãe! "Ela sabia se cuidar!" - pensava com um sorriso maroto nos lábios.
Ela queria muito visitar a tal nova toca nos fundo do castelo a qual todos garotos falavam, estava à procura de seu pingente que perdera em suas aventuras passadas.
Ela não pisaria na lama, nem se arrastaria pelo chão! Não, apenas "daria uma olhada." E não deu em outra!
As 6 da manhã quando todos já faziam os preparos para o encontro com o Rei, Laura já estava no jardim, mas o que ela não esperava é que havia chovido, e ela não pode evitar!
- A queda foi grande e dolorosa! Seus passos começaram a deslizar de vagar e depois a patinar mais depressa sobre o barro molhado e quando viu — já estava de bruços no chão!
Em meio ao barro com seu vestido de seda branco com lacinhos rosas, manchado e a boca cheia de terra, ela ouviu o sino que tinia avisando que a cerimônia do Rei havia começado.
Seus olhos se arregalaram, e em um impulso seus delicados pezinhos se apressaram em direção ao castelo, desesperada para entrar na sala, e ao chegar, foi barrada pelo guarda, que com um olhar de pena da garota a disse com cuidado: - "Sinto muito mocinha, você não pode entrar assim na presença do Rei. Vá se limpar primeiro. Talvez você não o encontre mais, mas entrar assim não dá milady!"
De fora ela avistou os nobres lá dentro do salão, elegantes, e até mesmo os plebeus estavam lá, todos limpinhos e bem arrumados em sinal de respeito e estima ao Rei.
Ela triste e pensativa, recuou, foi quando esbarrou nos joelhos de alguém, que rindo fez um: - "Ops"
Ela olhou para cima e o viu,
Era o Príncipe, o Filho do Rei, que com um sorriso enorme e muito doce disse: - " Olá querida. O que faz com a boca cheia de terra?" Rindo, ele continuou: "Não se preocupe, eu ouvi seu diálogo com o guarda!" Então, o príncipe se abaixando disse à garota olhando dentro de seus olhos: - "Olha, vá se limpar, e trocar de roupas, e se você se esforçar um pouquinho e ir bem de pressa, acho que você ainda chega antes do Rei ir embora." Logo após o belo rapaz ficou sério, mas terno, ele continuou depois de uma pausa: - "Eu sei que você não tinha a intenção de se atrasar, mas você foi avisada sobre hoje como todos do palácio. Tome cuidado, e não seja mais impetuosa da próxima vez. Ver o Rei, é um privilégio! E nada se compara a isso, lembre-se disso!"
A garota também ficou séria a respeito, e abaixou a cabeça pensativa com um pouco de vergonha. "Não sou tão astuta assim!" pensava ela.
Ao levantar, o príncipe deu uma piscadinha à ela e ordenou: -"Agora vá lavar essa boquinha suja de terra, lá dentro tem manjar para você encher-la."
Laura abriu um imenso sorriso mostrando a janelinha no dente, como um foguete subiu as pressas para o quarto a se arrumar toda feliz, ao voltar já com um vestido de ceda vermelho e detalhes em rosa, acabou conseguindo ver o Rei antes que a cerimônia acabasse, e se deliciou com tudo que havia por lá.
Laura nunca mais faria o mesmo, nem se quer olharia para algo que pudesse atrasa-la da próxima vez.
Ela havia aprendido a lição!

O que passou passou!
As vezes somos como Laura, que não ouvimos os conselhos dados por nossa mãe a Bíblia sagrada, e nem mesmo de nossas mães carnais, amigos e parentes que se importam conosco. Perdemos coisas em nossas caminhadas pela vida, erramos muito, afinal, é errando que se aprende! — Mas também se perde!
Na história, se Laura não se metesse em tantas aventuras não adequadas para uma garota nobre com outras responsabilidades como ela, não teria perdido o pingente. Mas ok! Com isso era para aprender-se a lição, mas ela continuou na ansiedade de concertar as coisas. E assim como ela, nós, na tentativa de obter tudo que deixamos ir por nossos erros, acabamos nos contaminando com o mundo e mesmo sem querer, experimentamos o que ele nos oferece. Caímos e estamos lá, "com a boca cheia de terra" Experimentando lágrimas, sentimentos indesejáveis, momentos de lutas, dor, desespero, lábios de alguns rapazes que nem se quer sabem nosso nome do meio e nem nós o deles. Discussões, drogas, e tantas outras coisas desnecessárias que não ajudam em nada.

Mas assim como o príncipe de Laura, nosso Príncipe da paz Jesus nos encontra em aflição, e traz sua paz aos nossos corações. Nos lembra que nada que perdemos, se compara com o que Deus tem para nós, nada se compara com a presença dEle em nossas vidas. Ele ainda nos garante que dá tempo de se limparmos, sim, dá!

Nesse dia 7 de janeiro, ainda começo de ano, muitas coisas passam pela mente, coisas que ficaram para trás em 2015. Oportunidades que queremos de volta, anseios de querer concertar as coisas, de querer ser melhor e não fazer de 2016 um ano chato e derrotado como 2015 etc...
O fato é que quando embarcamos em uma jornada não dada por Deus por impulsos controlados por desejos, em busca de memórias do passado, de coisas perdidas, corre-se o risco de nos perdermos também. A queda é rápida, e contra nossa vontade nas maiorias das vezes. Cuidado. Você é nobre, e tem lugar certo, e é na presença do Rei.
E acredite — lá não se chega de qualquer maneira.
Jesus nos diz: "Venha como estás!" Mas não "Permaneça como estás"
Ele se recusa a deixar nossas vestes sujas, afinal, Ele transforma vidas.

Então Abra a boca querida, logo nesse início de ano, e jogue toda essa terra que no mundo você tem comido. Deus tem coisa melhor para você.
Nada que perdemos ou deixamos se compara com a glória que a de vir —
“Mas como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem
São as que Deus preparou para os que o amam.” [1 Co 2:9]
Não vale apena viver em um nível baixo, trocar a presença de Deus por uma aventura, nem mesmo arrisque-se a perder a presença dEle! Como diz em 1 Tessalonicenses 5:22 - Fuja de qualquer coisa que pareça má.
É inevitável! Quando nos aproximamos do mundo, nos afastamos de Deus!
E de todas as paisagens e lugares belos existentes no mundo que podemos imaginar, "nenhuma" se compara com a presença de Deus, acredite!
Lá nada falta, e Ele não mente, tudo que temos passa a ter um sabor melhor. A vida parece ficar mais leve — mas na verdade Ele que nos fez mais fortes!

Só um louco fugiria de algo assim, ou uma ingênua menininha que precisa de um encontro com o príncipe Jesus. E se você já está em sua aventura, pensando que tem o controle e pode ser virar sozinha, assim como a pequena condessa de nossa história — Volte o quanto antes, desfrute da vida nobre que tens ao lado do seu Rei, sempre há tempo!
Tudo bem se já errou, assim como Laura — levante-se, bata a poeira, troque suas vestes, revista-se no sangue do cordeiro, aprenda a lição — "E vá!"
O manjar do Senhor a espera.

“Pelo que saí do meio deles e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei;
E eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.” [2 Co 6:17,18]

Muitos encontros com Deus virão em 2016... Não se atrase!
♡ Até a próxima. ♡

0 comentários:

Sua opinião é extremamente importante, Comente!